Texto de Deyson Thomé. Confiram!

O que criptomoedas tem a ver com contabilidade?

Há quase 10 anos foi definido por Satoshi Nakamoto – criador anônimo do Bitcoin, primeira moeda digital baseada em criptografia – um novo sistema eletrônico de liquidação de caixa não intermediado por uma terceira parte.

Para garantir a segurança da transação a inovação tecnológica conta uma Base de Dados Distribuída que guarda um registo de transações permanente e à prova de violação – O blockchain (também conhecido como “o protocolo da confiança”) é uma tecnologia que usa a descentralização como medida de segurança. A distribuição e o compartilhamento dos dados têm a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado. O blockchain funciona como o conhecido livro-razão, só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança na comunicação direta entre duas partes, ou seja, sem o intermédio de terceiros.

Aqui começamos a entender que independentemente de toda especulação e de ter se tornado um instrumento de luta política de indivíduos e cartéis as ideias originais propostas abrem um campo muito fértil outras indústrias.

A PwC (PricewaterhouseCoopers) que é a segunda maior empresa de contabilidade do mundo. Publicou recentemente um artigo onde aponta que o uso do blockchain pode trazer benefícios como o aumento da transparência, uma rastreabilidade mais apurada, livro permanente e redução de custos.

Na nossa opinião, a tecnologia subjacente a criptomoeda tem o potencial disruptivo em uma grande variedade de aplicações, além do sistema de pagamentos tradicional, organizações e provedores de serviços poderiam usar o blockchain em qualquer tipo de transação que atualmente precisa ser verificada por um terceiro (um contador?).

No setor de serviços financeiros, tecnologia blockchain já está sendo implementado de formas inovadoras. Para exemplo, a bolsa de Nova York e clearinghouse Nasdaq recentemente revelou um sistema baseado em blockchain que conecta instituições investidores com empresas que ainda não são listados. O novo sistema oferece serviços eletrônicos para facilitar a emissão, transferência e gerenciamento de títulos de empresas privadas. Inúmeras outras bolsas e bancos ao redor o mundo, incluindo o London Stock Exchange, CME Group, Societe Generale, e UBS, formaram o Post Trade Distributed Ledger Working Group para investigar como tecnologia blockchain pode ser usada para melhorar compensação, liquidação e relato de negociações. Citigroup, Barclays e Deutsche Bank são entre os bancos investigando incorporando blockchain em seu sistema de pagamentos. O Blockchain está se espalhando para além do mercado financeiro. Em futuras publicações, vamos explorar o impacto do blockchain no seguro, gestão de ativos e mercado imobiliário. Espere surpresas e novas soluções inovadoras como a tecnologia continua a evoluir e amadurecer.

Contabilidade e o Bitcoin 1

Contabilidade Online descomplicada e econômica para a sua empresa

a partir de

R$ 99,00/mês